sábado, 17 de setembro de 2011

Programa Farmácia Popular: uma vitória para a saúde pública

Conheça mais sobre o Programa Farmácia Popular do Brasil.

O Programa Farmácia Popular do Brasil é considerado uma política pública que objetiva ampliar o acesso da população a medicamentos essenciais. Destina-se ao atendimento igualitário de pessoas, usuários ou não dos serviços públicos de saúde, mas principalmente daqueles que utilizam os serviços privados de saúde e que têm dificuldades em adquirir medicamentos em estabelecimentos farmacêuticos comerciais.

Muitas vezes por dificuldades em adquirir os medicamentos, as pessoas deixam de cumprir o tratamento com a regularidade necessária, e quando se trata de doenças crônicas, como a hipertensão e o diabetes a situação torna-se mais preocupante, pois a utilização irregular dos medicamentos pode comprometer o resultado do tratamento como complicações e agravamento do quadro.

Desta forma, o principal objetivo da Farmácia Popular é diminuir o impacto nos gastos familiares com remédios, além da ampliação do acesso da população aos medicamentos essenciais. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) e instituições brasileiras, famílias de menor renda, gastam em média 2/3 da renda com remédios.

Além disso, cerca de 51,7 % dos brasileiros interrompem o tratamento devido a falta de dinheiro para comprar os remédios, conforme apontou um levantamento realizado pelo Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Saúde.

O Programa Farmácia Popular é baseado na parceria efetiva com prefeituras, governos estaduais, órgãos e instituições públicas ou privadas sem fins lucrativos que visam a assistência à saúde. Cento e oito medicamentos diferentes constam na lista do Programa Farmácia Popular, para o tratamento de doenças prevalentes na população brasileira, como hipertensão, diabetes, asma, rinite, colesterol alto, etc. Dados do Ministério da Saúde indicam que em agosto de 2011, cerca de 3,15 milhões de brasileiros acessaram gratuitamente seus medicamentos para Hipertensão Arterial e Diabetes Melitos.

 Dessa forma, considera-se que a possibilidade de aquisição de medicamentos a baixo custo na Farmácia Popular repercute em melhoria das condições de saúde da população alvo. O acesso aos benefícios do Programa Farmácia Popular é assegurado mediante a simples apresentação do receituário de qualquer profissional de saúde legalmente qualificado, prescrito de acordo com a legislação vigente, contendo um ou mais medicamentos disponíveis.

O Programa Farmácia Popular desenvolve-se de forma conjunta envolvendo o Ministério da Saúde e a Fundação Oswaldo Cruz – Fiocruz. Porém é através da Fiocruz que se materializa a sua execução, o Programa disponibiliza um elenco de medicamentos, estabelecido com base em evidências científicas e epidemiológicas que indicam sua aplicação segura e eficaz no tratamento das doenças e agravos prevalentes na população do país. Esse elenco de medicamentos pode variar de acordo com as características e necessidades das diferentes regiões do país.

Hipertensão e diabetes são importantes fatores de risco para o desenvolvimento e agravamento de doenças cardiovasculares. No Brasil, constituem a principal causa de morbidade e mortalidade, tendo elevado impacto econômico individual e para os sistemas de saúde. O fornecimento gratuito pelo governo e o pagamento direto pelos usuários são as mais representativas formas de provisão de medicamentos no país.

Fonte: Instituto Salus

Compartilhe: